Os estudantes pela educação

O juiz Alex Costa de Oliveira da Vara da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Distrito Federal autorizou, no último dia 1, medidas consideradas táticas de tortura contra adolescentes que protestam contra as reformas do ensino médio e o possível fechamento da sua escola em Brasília.

O jurista autorizou o corte no fornecimento de água, luz e gás das unidades de ensino, restringiu o acesso da escola por familiares e amigos, com o intuito de bloquear a entrega de mantimentos, e também autorizou o uso de instrumentos sonoros contínuos para perturbar o horário de sono dos ocupantes.

Os alunos ocupam as escolas públicas para protestar contra a PEC 251 e as medidas provisórias (MP) do ensino médio. O Distrito Federal tem outras sete escolas ocupadas nas cidades-satélites e na noite da última segunda-feira, dia 31, estudantes da Universidade de Brasília (UnB) ocuparam a reitoria da Universidade por solidariedade a essas escolas públicas do ensino fundamental.

Os principais prejudicados, os estudantes, pernoitam em suas escolas para protegê-las e são legalmente torturados pelas mãos de um jurista muito bem pago para zelar pela segurança e direito dos mesmos, e a mídia mostra o movimento simplesmente acusando os adolescentes de atrasar as provas do ENEM, como se fosse esse o problema da educação brasileira. Algo de muito errado está acontecendo no Brasil e faz-se vista grossa aos sinais.

De um lado, temos um presidente empossado ilegalmente reforçando o sistema de segurança no Planalto Central, de outro, um Juiz da Vara da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça autorizando medidas de tortura contra estudantes menores de idade. Vale ressaltar – sobre o gravíssimo caso dos estudantes de Brasília, nada se noticiou nos jornais.

O mais assustador nessa conjuntura é o próprio brasileiro, uma vez em que boa parcela da população se encontra absolutamente alienada da vida política em plena esculhambação dos direitos fundamentais. Sendo a representatividade brasileira é tão absurda e desesperadora, o brasileiro deixou de ver política como algo a ser levado a sério. Enquanto isso, adolescentes lutam pela educação desse país, e nós permitimos que torturem eles por isso.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz