Dachau: para nunca mais

Foto: Fabiana Alves.

O sol da manhã iluminava uma vasta área de campo aberto com construções geometricamente calculadas. As árvores altas e antigas enfileiradas uma após a outra davam a sensação de que, antes, aquela rua havia sido passagem bastante frequentada. O arame farpado continuava no topo das grades, e uma espécie de córrego corria ao redor da construção, mostrando que a água serviu para alimentar campos agrícolas na rica região. A entrada tinha uma pesada grade de ferro em que se lia: “Arbeit macht frei”, o trabalho liberta, em alemão. Leia

Um funeral para ARA San Juan

Imagem: EITAN ABRAMOVICH/AFP

Noticiários trazem novas evidencias sobre o submarino ARA San Juan desaparecido desde o dia 15 de novembro, aumentando a expectativa de amigos e familiares dos 44 tripulantes a bordo, dessa vez são os possíveis destroços do veículo.

Sem expectativas de sobreviventes, no início do mês de dezembro, o governo Macri declarou as buscas por encerradas. Porém, devido à pressão popular e ao auxílio internacional, a marinha argentina volta a investigar o paradeiro de ARA e trazê-lo à tona.

Familiares, amigos e a sociedade argentina não estão à espera de um milagre, eles protestam pelo direito de enterrarem seus mortos, afinal, foi a mando do governo que eles partiram e é obrigação do governo trazê-los de volta.

Leia

O empresário da política

A posse de Donald Trump foi marcada por uma onda de protestos nos Estados Unidos e no mundo. Norte-americanos ironizam a capacidade política do empresário e protestam contra colocações machistas e preconceituosas feitas durante a campanha presidencial mais sombria, caricata, truculenta e vulgar da história do país.

Uma parcela da população não se conforma com o resultado eleitoral que parecia piada de mal gosto e, portanto, foi descartado como verdade pela grande mídia. Porém, no dia das apurações, veio o susto. Em seu livro autobiográfico chamado: Trump – a arte da negociação, o atual presidente mostra sua estratégia: “uma vez eu disse que construiria o prédio mais alto do mundo, ninguém quis saber dos detalhes, só olharam o sensacionalismo”. E acrescenta: “qualquer história, mesmo negativa, é boa para o seu negócio”. E como ele acertou na receita.

Leia

Aleppo e o grande crime de Bashar al-Assad

Governos ditatoriais fracos e sem legitimidade, como o de Bashar al-Assad, costumam ser responsáveis por grandes catástrofes humanitárias. O jogo de poder internacional na Síria reflete a fraqueza de um governante que transforma seu próprio território em local para disputas internacionais com consequências fatais para a vida de milhares de civis.

Leia

Simplesmente Trump

Donald Trump é milionário, experiente empresário, ótimo marketeiro e agora, presidente dos Estados Unidos (EUA). Em uma virada inesperada, o candidato republicano derrotou a experiente Hillary Clinton nas eleições. O mundo teme que as afirmações de campanha de Trump, que são preconceituosas e agressivas, tornem-se realidade. Porém, os EUA ainda são uma democracia com um forte congresso, e Trump, um hábil marqueteiro.

Leia